17 julho 2015

Etiologia da Síndrome dos Ovários Policísticos

A etiologia (causa ou origem de uma determinada doença) exata da SOP é desconhecida mas parece existir uma origem genética e maior propensão em algumas famílias. 
Num estudo efetuado em familiares de primeiro grau de 93 doentes verificou-se que em 35% das mães pré-menopáusicas e em 40% das irmãs existiam critérios de SOP. Num outro estudo, foram avaliadas 115 irmãs de 80 mulheres com SOP, constatando-se que 22% tinham critérios de SOP.



Fatores ambientais também podem estar envolvidos pois a SOP também pode ser adquirida pela exposição a androgênios em excesso a qualquer altura durante os anos férteis.
A obesidade não parece ser um fator etiológico de SOP, mas pode acelerar o seu início, em virtude da resistência à insulina (RI) associada e hiperinsulinemia compensatória.

Tem como prevenir?
Infelizmente não, pois a causa da doença é desconhecida. Mas há diversas maneiras de minimizar os sintomas da síndrome dos ovários policísticos é recomendada uma dieta leve e completa, acompanhada de exercícios físicos. Mulheres que estão acima do peso, têm glicemia, pressão arterial e taxa de colesterol elevadas fazem parte do grupo de risco da doença, por isso precisam se prevenir seguindo uma dieta saudável, praticando exercícios físicos e realizando acompanhamento ginecológico anual.

A SOP é uma doença que pode trazer graves danos à saúde ginecológica da mulher, podendo até mesmo levar à infertilidade. Por isso, assim que apresentar algum sintoma da doença ou se fizer parte do grupo de risco, procure um ginecologista para realizar os exames necessários, sua saúde merece sua atenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar